Luiz Carlos Mendonça de Barros

Ex-presidente do BNDES, foi Ministro das Comunicações e diretor do Banco Central. Graduado em engenharia de produção pela Universidade de São Paulo (USP), possui doutorado em economia pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).

Em 1972, com três sócios, fundou a Patente, corretora que operava na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa). Onze anos depois, desligou-se da Patente para criar, associado a quatro companhias – Bardella, Brasmotor, Pão de Açúcar e Votorantim –, a empresa que veio a se transformar no Banco de Investimento Planibanc.

A carreira no governo federal começou na década de 80. Entre julho de 1985 e março de 1987 foi diretor do Banco Central, comandando a área de Mercado de Capitais. Em 1993, com quatro outros profissionais, fundou o Banco de Investimentos Matrix, do qual era diretor. Em 1995, tornou-se presidente do BNDES.

Em abril de 1998, foi nomeado ministro das Comunicações, sucedendo Sérgio Motta e permanecendo no cargo até novembro. Em janeiro, fundou, em sociedade com José Roberto Mendonça de Barros, Lídia Goldeinstein e a Radium Systems, a MBG, especializada na produção e distribuição de cursos profissionalizantes à distância. Em abril, criou juntamente com Luiz Felipe Dávila a editora Primeira Leitura, responsável pelo site de mesmo nome, com análises políticas e econômicas, e pela publicação da revista mensal República.

Luiz Carlos Mendonça de Barros é Presidente do Conselho da Foton Brasil,  colunista do Valor Econômico e da Band News.

Para contratar Luiz Carlos Mendonça de Barros encaminhar e-mail para contato@palestrantesdeeconomia.com.br